International Women's Day


Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, eu publico aqui, pela primeira vez, o primeiro quadro que fiz na vida: o retrato de uma mulher. Antes da realização, ainda tímida desta pintura, eu apenas tinha o hábito de desenhar. Naquela época eu gostava de observar os retratos em preto e branco e o jogo de luz e sombra que havia neles. Quando me deparei com uma série fotográfica, em uma revista de moda, inspirada em grandes figuras femininas do cinema, foi que tomei a coragem de experimentar o trabalho com tinta e pincél. Sou autodidata na pintura e procuro aprimorar minha tecnica através de pesquisas bibliográficas e revisitando obras de grandes mestres. Depois desta primeira pintura nunca mais parei ♥️ . O trabalho do artista sofre transformações ao longo dos anos e através das experiências vivenciadas por ele. Não há como separar o artista do ser humano em si. O meu trabalho sempre foi lúdico e colorido, e há 6 anos as figuras humanas foram abandonadas pelos caminhos que atravessei até, sutilmente, darem passagem para os animais e as crianças oníricos que crio. Tudo é tranformação, evolução. Sou grata por minha trajetória na pintura ter- se iniciado através de uma mulher 👩🏻👩🏼👩🏽‍👩🏿‍ [Esta pintura tem 16 anos e não está disponível para venda]. ••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••• 🇺🇸 In honor of the International Women's Day, I hereby publish the first painting I have ever done in my life: a woman. Before the realization, still timid of this picture, I just drew. At that time I enjoyed watching the black and white portraits. When I came across a photographic series inspired by great female figures of the cinema, it was that I took the courage to try the work with acrylic and brush. I’m self taught in painting and I try to improve my technique through bibliographical research and revisiting the works of great masters. After this first painting, I felt encouraged to paint and never stopped. The artist's work undergoes transformations over the years and through the experiences he experiences. There is no way to separate the artist from the human being itself. My work has always been playful and colorful, and six years ago the human figures were abandoned by the paths I passed through, subtly giving way to the animals and the dream children I create. Everything is transformation, evolution. I am grateful for my trajectory in painting having begun through a woman. [This painting is 16 years old and is not available for sale].

#diainternacionaldamulher #internationalwomensday #honorforwomen #homagetowomen #firstpainting #AcrylicPainting #saramello #ateliersaramello

0 visualização